25 de agosto de 2010

Em alta velocidade

Anos atrás adquiri um tear "rabo de rato" e um de tricô (para fazer cachecóis) pelo mero fetiche do objeto.
O marceneiro que os fez trabalhou bem nas peças, arredondando os cantos e deixando tudo bem lisinho para não desfiar o fio.Os pregos de aço inox também estavam bem posicionados. Capricho que aprecio em qualquer trabalho. Pois bem, comprei mas não gostei de trabalhar com os teares. Rebelei-me contra aquilo que considerava "trabalho de preso": derrubar com agulha de crochê ponto por ponto. Acontece que eu estava envolvida com teares pente-liço e teares para gobelin e não dei atenção para as possibilidades de uso do rabo do ratinho... até agora. A Evelyn, minha professora de tricô (evelynartesanato.blogspot.com), criou uma peça que resolvi fazer também e lá se vão mais de dez horas de trabalho para fazer os cinco cordões... O resultado aí está, ficou bom, mas eu enlouqueci com o tempo gasto para fazê-lo e só tive sossego quando encontrei uma fabulosa maquininha para fazer a mesma coisa em altíssima velocidade (cinco cordões em uma hora).
Agora, como diz o Chico, "haja pescoço pra enfiar" tanto cachecol. A maquininha encontrei pela internet (pontodosbordados.com.br), onde tive o prazer de conhecer a Joana, que pelo jeito também gosta de aventuras em alta velocidade... Estaremos as duas perseguindo a adrenalina contida nas ações rápidas? Artesanato a todo vapor? Rabo de rato high speed? Não sei quanto a ela, foi só uma brincadeira da minha parte; quanto a mim, reservo o "trabalho de preso" para outras atividades de que gosto mais.

2 comentários:

Joana disse...

Oi Ludmila, amei teu blog. O modo como você escreve retrata o exato sentimento de quem tece. É um ato de puro amor e carinho. Talvez nem todas tenham o dom da escrita ou o conhecimento para expressar comparativamente o que você expõe com clareza e poesia, mas o sentimento é esse. Obrigado por citar meu site. Estou colocando teu blog na minha lista de favoritos pois acho que ele é uma homenagem á arte de tecer e às tecelãs que espalham amor em forma de pontos. Beijos
Joana

Artes da Evelyn.com você disse...

Finalmente criei vergonha e fui dar uma olhadela no seu blog... desculpe a demora, mas, vc sabe né, tempo, tempo, tempo... mas, sem dúvida, valeu mais do que a pena, tinha certeza que só ía encontrar coisas lindas no seu blog, vindo de você não se pode esperar menos do que LINDO!!! Parabéns, vc é uma artista/artesã completa. Adorei!!! Beijos, Evelyn